eLEVEaMENTE, Inspiração, Lifestyle, Nutrição, Nutrição consciente & evolutiva, Nutrição mente & espírito
11/04/2016
0 Comentários

Atitude alimentar positiva

usar

Um dos conceitos da nutrição é o estudo das relações entre os alimentos ingeridos e doença ou o bem-estar do homem. Dentre outros, esse é o conhecimento que o nutricionista possui para te ajudar a atingir seus objetivos de saúde e forma física.

MAS QUAL A SUA POSTURA DIANTE DAS ORIENTAÇÕES, RECOMENDAÇÕES E ENSINAMENTOS DA NUTRIÇÃO? A meu ver, a NUTRIÇÃO deve ser uma FILOSOFIA DE VIDA. Você precisa acreditar e estar aberto para os ensinamentos e benefícios que ela pode te proporcionar como qualquer outro aprendizado: como aprender um novo trabalho para melhorar seu rendimento, como aprender uma nova língua ou a dançar, como aprender sobre comportamentos positivos em todas as outras áreas da vida, como aprender a se relacionar melhor com as pessoas, e por aí vai.

Muitos acreditam na nutrição mas não estão abertos a experimentar, substituir, encontrar meios, mudar. Querem resultados positivos de saúde e forma física a base de comida prática, rápida, encaixotada. Outros tratam os alimentos como meros fornecedores de prazer gastronômico e energia para chegar até a próxima refeição.

Mas quando você VIVE a nutrição com leveza, aprendendo a usá-la a seu favor a cada refeição, em cada atitude alimentar, sem neuras e radicalismos, e em todas as suas vertentes (nutrir o corpo, mente – intelecto – e alma – espirito-) esse caminho fica automaticamente agradável, gostoso e cheio de novas descobertas que fazem bem a você e aos que te cercam! Porque nutrição é também prevenção, através da atitude positiva em suas escolhas. Mas por onde começar? Aí vão algumas dicas:

– saiba mais sobre os grupos de alimentos, alimentos in natura e sobre os que você mais gosta e procure variar!
– aprenda mais sobre os rótulos dos alimentos, e avalie se aquilo que você compra é bom para você e para a sua família!
– Concentre suas compras nas áreas periféricas do supermercado, onde estão os produtos de hortifruti, frescos e preferencialmente orgânicos.
– aprenda truques e receitas para aproveitar esses alimentos, pré-prepará-los para congelar e fazer deles a base da sua alimentação.
– se organize para ter algum tempo de cozinhar e inclua esse hábito de forma divertida na vida de seus filhos, se for o caso.
– evite os produtos industrializados.
– em todas as suas refeições, faça escolhas nutricionalmente interessantes dentro de suas preferências.
– não abra mão de suas refeições em prol de outras atividades. Respeite seu corpo e necessidades. Você não precisa comer a cada 3 horas ou comer no horário que todos comem, mas jejuns prolongados não ‘jogam’ a seu favor, sobretudo se ao quebrá-lo você já está faminto (a) e exagera nas quantidades.
– se informe a respeito de locais perto da sua casa e trabalho onde encontrar restaurantes, hortifrútis, feiras orgânicas, empórios e lojas de produtos naturais.
– tenha sempre um lanchinho saudável à mão para suprir a fominha entre as refeições principais.
– tome menos cafés e mais água.
– faça as substituições possíveis na sua cozinha, inclua novos temperos e ingredientes, varie. Pouco a pouco você vai incorporando novos hábitos.

Atitude alimentar positiva previne, cura, e proporciona qualidade de vida: força, equilíbrio, bem-estar, resistência…

Mas isso deve ser querido, não imposto. Isso deve estar entre as suas prioridades. Mais do que o trabalho de 14 horas por dia sem pausa, mais do que não abrir mão de beber quase todo dia, mais do que fumar, mais do que parar no fast-food 4x por semana,… são escolhas! Elas determinam nosso futuro.

Em qualquer uma delas a nutricionista sempre poderá te ajudar, te motivar, te orientar, ajudá-la a encontrar caminhos que funcionem para você.

Mas só poderá dar certo se VOCÊ QUISER!

Comente pelo Facebook
Deixe um Comentário

AnteriorVoltar para a homePróximo
LEVEMENTE NO YOUTUBE
Vídeos toda semana, se inscreva!