eLEVEaMENTE, gestação, Lifestyle, Maternidade, meditação guiada, Nutrição mente & espírito, Nutrição para Gestantes, Terapias Naturais
04/05/2016
0 Comentários

Meditação na Gestação

13181048_10154454593508352_747847343_n

A meditação é uma prática que felizmente tem despertado a atenção das pessoas pelos inúmeros benefícios que oferece à saúde física e mental. Ela é uma ferramenta indispensável em qualquer etapa da nossa vida, mas na gravidez, é uma agradável oportunidade para você trabalhar suas emoções e sensações: enfrentar seus medos, aceitar as modificações do seu corpo e a glorificá-las, lidar com a ansiedade e centrar-se nos seus processos internos com tranquilidade.

Além de beneficiar suas emoções, a meditação te conduz a um ESTADO DE RELAXAMENTO, paz e conexão com seu bebê, abrindo um canal de comunicação energética que estreita essa relação mesmo antes de ter o bebê em seus braços.

FISICAMENTE os ganhos também são muitos e cientificamente provados. Tanto que hoje a meditação é já reconhecida e praticada por diversas instituições renomadas como uma técnica alternativa e complementar na prevenção e tratamento de várias doenças.

Para as gestantes estudos comprovam que a prática da meditação durante a gravidez conduz a uma menor incidência de complicações durante o parto assim como da depressão pós-parto. Além de outros benefícios como:

> redução do stress e ansiedade
> prevenção de insônia
> alívio de dores
> reforço do sistema imunológico
> melhoria do sistema cardiovascular
> e melhoria na memória e concentração

Os estudos mostram que meditar altera o funcionamento de algumas áreas do cérebro de forma positiva, influenciando no funcionamento do organismo como um todo. Foram comprovados benefícios na produção e equilíbrio hormonais, que determinam diversos outros processos fisiológicos no corpo:

> aumenta a produção de serotonina, um neurotransmissor que atua no cérebro melhorando o humor, prevenindo insônias, enxaquecas, riscos de pré-eclampsia e depressão pós-parto.
> aumenta a produção de melatonina, responsável por manter o nosso relógio biológico em bom funcionamento;
> reduz a presença de hormônios como adrenalina e cortisol, que são responsáveis pelo o estresse e a ansiedade.

Com as várias transformações que ocorrem no corpo e na vida da mulher, até mesmo no modo de enxergar o mundo e receber os estímulos dele, é quase inevitável passar pelo período da gestação sem algum grau de ansiedade. Até mesmo o excesso de informações disponíveis aumenta as preocupações e expectativas de que tudo de certo.

Em qualquer fase da gravidez você pode meditar, não existem contra indicações, só vantagens! Principalmente nas primeiras e últimas semanas, que são aquelas do início da gestação, ainda se adaptando as novas situações, e quando está chegando mais perto da hora do parto, para acalmar a ansiedade.

Aproveite esta oportunidade para introduzir a prática da meditação em sua vida. Não requer experiência ou técnicas, seu único material de trabalho é você! Essa é minha contribuição para o bem-estar de todas as futuras mamães: uma prática de meditação guiada em vídeo, sente-se, feche seus olhos e aproveite!

Comente pelo Facebook
Deixe um Comentário

AnteriorVoltar para a homePróximo
LEVEMENTE NO YOUTUBE
Vídeos toda semana, se inscreva!